Diferentemente das mulheres, que criam o hábito de frequentarem o ginecologista desde o início da puberdade, os homens não têm o costume de ensinarem aos filhos a importância de um médico especialista em urologia para a saúde masculina. Além disto, infelizmente, existe uma crendice preconceituosa em relação ao exame de toque retal, procedimento de cunho tradicional que melhor identifica alterações na próstata.

Em geral, o câncer de próstata é uma doença silenciosa – cujos sintomas raramente emergem durante o estágio inicial – e lenta. O baixo índice de pacientes diagnosticados precocemente é um reflexo, quase que perfeito, do preconceito masculino quando o problema acomete seu órgão reprodutor. Quanto mais o homem postergar uma visita ao urologista, pior serão suas chances de realizar um tratamento que otimize a cura.

O câncer de próstata é um assunto que não deve ser negligenciado, principalmente por se tratar de uma doença tão séria. Pensando nisso, a clínica Renovare da SEPS Q 709/909 compilou uma série de informações a respeito do tema.

O que é câncer de próstata?

A próstata ou glândula prostática é uma glândula, localizada logo abaixo da bexiga e à frente do reto, de formato arredondado cuja função principal é a produção do líquido que ajuda a formar o sêmen, este fluído possui propriedades que ajudam a nutrir e preservar a integridade dos espermatozoides.

O câncer de próstata é uma consequência da transformação e multiplicação desordenada das células presentes na próstata. Estas células se proliferam de forma anormal e adquirem a capacidade de invadir a glândula prostática do homem ou, em certos casos, invadir os tecidos e disseminarem pelo corpo humano (metástase).

Quais são os sinais e sintomas?

Em seu estágio inicial, o câncer de próstata costuma ter uma evolução silenciosa. Quando o câncer de próstata coexiste com a hiperplasia prostática benigna (HPB) esse paciente pode ter sintomas obstrutivos/irritativos como por exemplo:

·      Dificuldade para urinar;

·      Dificuldade para interromper a urina;

·      Urinar em gotas;

·      Urinar em jatos excessivos;

·      Sensação de bexiga cheia mesmo após ter urinado;

·      Necessidade de fazer força para urinar;

·      Necessidade frequente de urinar;

·      Sensação de dor enquanto urina;

Apenas em casos avançados que o paciente pode ter sintomas extraprostáticos como dor abdominal/perineal, dor ossea, etc.

É importante ressaltar que a ausência de sintomas não significa que não haja problemas com a saúde do homem! Não deixe de realizar seus exames preventivos!

Tem como prevenir este tipo de câncer?

O câncer de próstata é uma doença que não pode ser prevenida, mas as chances de cura aumentam consideravelmente quando diagnosticado precocemente. Assim sendo, os seguintes exames, realizados periodicamente, apresentam as melhores maneiras de se precaver:

·      Toque retal;

·      Dosagem do PSA (substância no sangue produzido pela próstata);

·      Biópsia da próstata (caso haja suspeita);

·      Alimentação saudável;

·      Prática de atividades físicas;

Como é o tratamento?

A escolha do tratamento contra o câncer vai depender de alguns fatores, dentre eles:

·      Se a doença está localizada apenas na próstata ou não;

·      Agressividade do câncer (medida pela escala “gleason”);

·      Valor do PSA no sangue;

·      Se há metástase;

*     Se o paciente tem outras comorbidades ou não.

A depender da idade do paciente e sua condição clínica, caso o câncer esteja localizado apenas na próstata o paciente tem como as principais opções a cirurgia prostatectomia radical ou a radioterapia. Câncer de próstata com comprometimento de órgãos adjacentes (metástases), é fundamental a avaliação multidisciplinar (urologista, oncologista e readioterapeuta). 

Esta esperando o que para agendar o seu exame periódico? Aqui na clínica Renovare nós cuidamos de você!