A dilatação uretral é um tratamento ambulatório que intende a dilatação de estreitamentos que tenham acometido a uretra do paciente. A clínica 
Renovare na Asa Sul, Brasília, dispõe de profissionais altamente especializados e qualificados para lidar com está disfunção. 

QUAL DOENÇA PRECISA DE DILATAÇÃO URETRAL? 

A uretra é um órgão de formato tubular que serve de passagem para a urina quando esta sai da bexiga e é expelida para fora do corpo humano. Os homens tendem a ter uma uretra mais longa, considerando que neles ela também atravessa a próstata. 

Qualquer parte da uretra pode estar sujeita a uma lesão uretral que possa evoluir para uma estenose uretral. Os fatores determinantes no tratamento são a localização, a extensão desse acometimento. Esta disfunção tende a ser mais comum e mais complexo na população masculina.
 

O QUE PODE CAUSAR ESTENOSE URETRAL? 

·      Traumas e lesões uretrais cicatrizadas erroneamente; 

·      Radioterapia; 

·      Infecções; 

·      Doenças sexualmente transmissíveis; 

·      Congênita; 

·      Cirurgias uretrais ou cirurgias que utilizam a uretra como via de acesso (RTU próstata, RTU bexiga, câncer de próstata, etc.) 

QUAIS OS SINTOMAS OU SINAIS QUE EU TENHO DE ME ATENTAR? 

·      Jato de urina duplo; 

·      Gotejamento de urina após a micção; 

·      Necessidade de urinar mais vezes que o normal; 

·      Fluxo reduzido da urina; 

·      Dificuldade miccional/ Esforço miccional; 

·      Interrupção completa do fluxo da urina; 

·      Nictúria; 

·      Ardência ao urinar; 

·      Incontinência urinária; 

EXISTEM EXAMES PARA DETECTAR ESTENOSE URETRAL? 

·      Urofluxometria: avalia a força do jato de urina 

·      Uretrocistografia: Raio-X com a uretra preenchida em contraste; 

·      Cistoscopia: Exame da região afligida por estenose; 

MAS AFINAL, O QUE É DILATAÇÃO URETRAL? 

Dilatação uretral é um tratamento de cunho ambulatorial, realizado com o auxilio de anestesia local, por meio do qual a região afetada pelo estreitamento da uretra é dilatada com a ajuda de sondas de calibre progressivo. Este técnica tem por objetivo dilatar o tecido fibrótico da estenose uretral, com o intuito de aumentar o diâmetro interno do canal uretral. É extremamente importante que aconteça um acompanhamento contínuo, assim com uma repetição deste procedimento para melhores resultados, pois o tecido cicatricial tem por hábito se contrair. 

Normalmente, a dilatação uretral é empregada como tratamento inicial nos casos de estenose uretrais curtas ou leves, ou mesmo no período pós-cirúrgico para melhor estabilização do segmento operado. Tendo em vista que este procedimento tem sua realização através de rupturas de fibras cicatriciais, é comum que o paciente seja acometido por ardor nos canais urinários ou até mesmo um leve sangramento. 

COMO O PROCEDIMENTO DE DILATAÇÃO URETRAL É REALIZADO? 

Diversas sondas especiais, de diâmetro progressivo, são introduzidas com o intuito de alargarem a área acometida de estreitamento até conseguirem dilatar a passagem. Dependendo do quão difícil for o caso, uma sonda uretral pode vir a ser deixada dentro do paciente por alguns dias. 

A RECUPERAÇÃO É DOLORIDA? 

Sim. Tendo em vista que a dilatação uretral é um procedimento que depende da ruptura de fibras cicatricias, a sensação de dor no canal urinário ou até mesmo sangramento é comum. 

É de extrema importância para que o procedimento seja dado como bem sucedido que o paciente monitore o jato miccional. Caso o jato volte a apresentar pouca pressão ou o paciente sinta dificuldade para esvaziar a bexiga, é provável que o procedimento tenha de ser repetido. 

Na clínica Renovare nós cuidamos de você. Ligue já e agende sua consulta!