A hidrocele consiste no acúmulo de fluido na membrana que reveste o testículo, podendo ser unilateral ou bilateral.

Essa enfermidade pode ser adquirida ao longo da vida ou originada por fatores congênitos. Bebês e homens acima de 45 anos estão entre os principais pacientes.

QUAIS SÃO AS CAUSAS DA HIDROCELE NOS ADULTOS?

Um dos principais motivos por adultos apresentarem hidrocele testicular tem relação com um possível desequilíbrio que há normalmente entre a formação e a absorção de líquido em volta do testículo. Outro fato é que esta doença tem tendência a acontecer em conjunto com algum outro problema, como inflamações, traumatismos e lesões na área escrotal, por exemplo.

Grande parte dos casos de hidrocele acometem bebês recém-nascidos, especialmente os prematuros.

Já em adultos um dos principais fatores de risco é a idade, atingindo homens acima dos 45 anos. Esses pacientes devem estar atentos a todos os tipos de lesões, doenças sexualmente transmissíveis e tumores que possam afetar a região, pois todos esses fatores podem acarretar no desenvolvimento do problema.

SINTOMAS DA HIDROCELE

O sintoma da hidrocele consiste no inchaço da bolsa testicular, que pode induzir o paciente a pensar que se trata de um aumento do testículo, porém isso não é verdade. Pode haver também uma sensação de peso no escroto. Geralmente, o paciente só sente dores quando há uma inflamação já em estado muito grave.

DIAGNÓSTICO DA HIDROCELE

O primeiro passo para diagnosticar a hidrocele é a realização de um exame físico, de sangue e de urina. O exame de urina servirá para detectar qualquer tipo de infecção, como a epididimite, por exemplo. De acordo com o quadro, uma ultrassonografia também pode ser requisitada para auxiliar na eliminação da suspeita de outras possíveis doenças, como tumor ou hérnia.

HIDROCELECTOMIA

A hidrocelectomia é recomendada somente para os casos mais graves, quando o inchaço é moderado ou grande. Por motivos estéticos pode-se optar por uma ressecção de parte da pele do escroto.

Já os pacientes com hidrocele de pequeno volume poderão optar pelo procedimento cirúrgico em função de corrigir a assimetria entre seus testículos.

A cirurgia é um procedimento simples realizada sob anestesia local ou raquianestesia. É realizada uma incisão no escroto, ou na região da virilha, e o fluido é drenado e o saco da hidrocele é removido. Geralmente, o procedimento cirúrgico corrige o problema sem haver recorrências. A alta hospitalar ocorre no mesmo dia da operação.  

FALE COM SEU UROLOGISTA

A hidrocele testicular é uma doença que precisa ser tratada de maneira adequada. Quanto mais rápido for o diagnóstico, mais ágil será o processo de cura. Não espere por sintomas mais graves, procure um profissional de urologia logo nos primeiros sinais de inchaço na área dos testículos.

Entre em contato com a Renovare Urologia e marque sua consulta o quanto antes!