A verruga genital está entre as doenças com maior índice de proliferação dos dias atuais! A cada dia esses valores aumentam graças ao número de adolescentes desinformados tendo seus primeiros contatos íntimos. A clínica Renovare da SEPS Q 709/909 tem o prazer de tecer algumas informações a respeito deste tema tão delicado!

VERRUGAS GENITAIS, O QUE SÃO?

Existem várias denominações pelas quais as verrugas genitais são conhecidas, entre as mais comuns temos: crista de galo, condiloma acuminado, figueira, cavalo de crista e, a mais popular entre todas, HPV. Esta sigla é uma abreviação do termo Vírus do Papiloma Humano.

Geralmente, este vírus é transmitido mediante o contato pele com pele, em outras palavras, uma pessoa é contaminada por verrugas genitais após se relacionar intimamente com outro indivíduo que já esteja infectado pelo HPV. À vista disso, o vírus do papiloma humano é considerado como um dentre as diversas infecções sexualmente transmissíveis que existem no mundo. O HPV aflige a pele e as mucosas, podendo emergir na aparência de verrugas (principalmente na região íntima), papilomas ou lesões. Este último caso, se não tratado com urgência pode vir a se torna um câncer.

As verrugas genitais fazem parte de um grupo que contém mais de 100 espécies de vírus diferentes, mas relacionados entre si. Um número distinto é atribuído para cada tipo de HPV existente para dessa forma ser usado para distinguir qual vertente do vírus do papiloma humano a pessoa infectada está carregando.  As verrugas, um dos sintomas que ajuda a identificar a infecção por este vírus, podem se manifestar nos locais mais diversos do corpo humano, pois cada tipo de HPV afeta uma área específica.

Quais sintomas podem indicar que estou contaminado por verrugas genitais?

·      Verrugas de pequeno porte propagadas por toda a região do aparelho reprodutor masculino e feminino (incluindo região do colo uterino);

Encontram-se casos, que acometem principalmente os pacientes do sexo masculino, em que a pessoa é infectada pelo vírus HPV, mas não ocorre nenhuma manifestação dos sintomas. Esses são os casos mais preocupantes tendo em vista que o individuo pode contaminar outras pessoas sem saber.

O HOMEM COMO AGENTE TRANSMISSOR E PORTADOR DE VERRUGAS GENITAIS

A mulher não se isenta do fato de ser uma agente transmissora e portadora do HPV, contudo, raros são os casos em que não haja manifestação de verrugas por seu aparelho reprodutor, sejam estas externas ou internas. Nos homens, acontece justamente o contrário, apesar de o vírus existir na pele do órgão genital masculino, é completamente comum que não apareça sintomas. Assim sendo, o homem é um portador silencioso de verrugas genitais e, sem deter conhecimento, pode infectar outras pessoas ao ter relações sexuais.

Como se da à transmissão de verrugas genitais

Este vírus é altamente contagioso! Um indivíduo pode ser infectado ao negligenciar o uso da camisinha ou caso a camisinha não proteja o local da verruga e se relacionar intimamente com outra pessoa que já esteja contaminada por verrugas genitais.

O tempo de incubação do HPV por variar de um período de 01 mês até 02 anos. Para melhor se prevenir contra esse vírus é preciso que o homem realize check-ups periódicos com um médico especializado em urologia enquanto a mulher busque por auxilio em um médico ginecologista. Ressaltando que no caso da população masculina, visitas rotineiras ao médico é a melhor forma de identificar se está ou não contaminado, pois não é em todos os indivíduos que os sintomas se manifestam claramente.

É de suma importância relatar que, mulheres que estejam contaminadas por verrugas genitais durante o processo de gravidez, caso não realizem o tratamento com urgência, podem contaminar o bebê durante o parto normal.

TRATAMENTO DE VERRUGAS GENITAIS

·      Uso de medicamentos para eliminar possíveis lesões;

·      Uso de medicamentos para fortalecer o sistema imune;

·      Higiene íntima diária;

·      Uso de pomadas;

·      Uso de soluções;

·      Cirurgia (quando as lesões são muito grandes):

o   Retirada com bisturi;

o   Eletrocoagulação;

o   Crioterapia;

o   Laser;

O tratamento de HPV é demorado e pode ser bem dispendioso.

VACINA CONTRA HPV

A vacina é destinada a homens e mulheres que se encontrem entre a faixa etária dos 09 e 26 anos de idade. Esta tem o intuito de reduzir os riscos de uma pessoa desenvolver o câncer de colo de útero, pênis ou ânus. Até os 13 anos a vacina é gratuita tanto para meninas quanto para os meninos, considerando que sua eficácia é melhor em indivíduos que não tenham tido qualquer tipo de contato íntimo. Após os 13 anos, é possível adquirir a vacina em laboratórios particulares por um preço relativamente alto.

Pessoas que tenham uma vida sexualmente ativa também podem tomar a vacina contra HPV, pois é melhor se prevenir de todas as formas possíveis contra esse vírus. Lembrando que tomar a vacina contra verrugas genitais não significa o abandono da camisinha! Existem outras milhares de doenças transmissíveis pelo mundo!

Esta esperando o que para ligar na clínica Renovare e agendar uma consulta?