O termo Varicocelectomia soa familiar para você? Não? Bom, então antes de falarmos sobre a Varicocelectomia, vamos esclarecer primeiro do que se trata a Varicocele.

O QUE É VARICOCELE?

Chamamos de varicocele as varizes das veias testiculares, que ocorrem usualmente à esquerda e eventualmente bilateral. Ela é dada devido a uma incompetência vascular no transporte do sangue do testículo para cima, de volta ao coração. Por causa dessa incompetência, o sangue flui e fica estagnado em torno do testículo em veias dilatadas aumentando a temperatura testicular. Os testículos estão localizados na bolsa testicular para ficarem a uma temperatura de 2 a 4 graus abaixo da temperatura corpórea, que se trata da temperatura sob a qual o testículo melhor funciona.

Quando existe uma elevação da temperatura, as células germinativas que dão origem aos espermatozoides sofrem um dano sofrem um dano que causam alteração nos parâmetros seminais do espermograma. Todavia, não é sempre que a varicocele causa danos ao testículo.

DIAGNÓSTICO

Para se obter o diagnóstico da varicocele, é necessária a realização de um exame físico feito pelo médico urologista. Nem todo homem que possui varicocele terá dificuldades para engravidar a parceira, tampouco precisará de tratamento. A recomendação para um tratamento deverá ser realizada de maneira individualizada, a partir do histórico e exame físico, bem como de exame de espermograma no caso de adultos e de ultrassonografia de escroto no caso de adolescentes.

Como é feita a Varicocelectomia?

A prescrição de tratamento, que se dá sempre de forma cirúrgica, ocorre em 3 situações:

  • Quando existe a diminuição dos parâmetros seminais;
  • Quando há uma diminuição do tamanho testicular;
  • Quando se é detectada a dor testicular.

No caso da não existência de nenhum destes sinais ou sintomas, o procedimento cirúrgico é descartado, fazendo-se então apenas o acompanhamento clínico para a detecção precoce de qualquer alteração.

A cirurgia é realizada em regime de hospital-dia, ou seja, o paciente recebe alta no mesmo dia do procedimento. A varicocelectomia é feita sob anestesia, que pode incluir a raquianestesia ou anestesia peridural, e faz a utilização de um microscópio cirúrgico. O tempo de duração da cirurgia é de cerca de 1 hora e meia e divide-se em 3 etapas:

  • Etapa 1: É feita uma pequena incisão na região da virilha esquerda ou bilateralmente, dependendo se a varicocele se dá de forma uni ou bilateral.
  • Etapa 2: O cordão espermático é exteriorizadoe, com o uso de um microscópio cirúrgico e de um micro-doppler a(s) artéria(s) testicular(es) é(são) identificada(s) e conservada(s). Nesse processo também são identificados e resguardados o ducto deferente e os vasos linfáticos, que previnem o surgimento de hidrocele (acúmulo de líquido específico ao redor do testículo) no pós-operatório.
  • Etapa 3: Todas as veias do cordão espermático são ligadas e seccionadas como forma de evitar o refluxo de sangue para o testículo. O testículo também é exteriorizado para distinguir veias perfurantes e gubernaculares que são responsáveis por 25% das falhas acometidas nesta cirurgia se não forem identificadas e ligadas.

O período para a recuperação e retorno ao trabalho é de cerca de 5 dias.

Agora que você já conhece e sabe como é simples a Varicocelectomia, não perca mais tempo. Marque ainda hoje sua consulta na Renovare, aqui nós cuidamos de você!